Cada Dia

24 de Agosto de 2016

O outro evangelho


“Admira-me que estejais passando tão depressa daquele que
 vos chamou na graça de Cristo para outro evangelho”
Gl 1.6


A Carta aos Gálatas é o grito de liberdade da vida cristã. Foi a primeira epístola escrita pelo apóstolo Paulo. Escreveu-a para combater a influência perigosa dos judaizantes que atacavam a fé cristã e perturbavam a igreja. Os judaizantes tentaram levar os gentios convertidos de volta para o judaísmo. Diziam para eles que se não se circuncidassem e se não guardassem os preceitos da lei de Moisés jamais seriam salvos (At 15.1,5). Diziam que a fé em Jesus não era suficiente para a salvação.

Acrescentavam à fé em Cristo, as obras da lei. Os judaizantes pregavam uma espécie de sinergismo, a cooperação do homem com Deus para sua salvação. Porém, o que ensinavam pervertia completamente a essência do evangelho, que ensina com absoluta clareza que somos salvos pela graça, mediante a fé. Os crentes da Galácia, influenciados por esses falsos mestres, estavam passando depressa para outro evangelho, um evangelho diferente, falso, humanista. Outro evangelho.

Não outro evangelho da mesma substância, mas outro completamente oposto ao verdadeiro evangelho. Não podemos acrescentar nada à obra completa de Cristo. Não somos salvos pelas obras nem podemos cooperar com Deus em nossa salvação. A salvação vem de Deus para que toda a glória pertença a Deus.

Referência para leitura: Gálatas 1.1-7


Protected with SiteGuarding.com Antivirus